Apito, qual apito?

Será que o Apito Dourado não trouxe nada de novo?
As investigações decorrem, mas "os cães ladram e a caravana passa".

Na 1ª jornada foi a cotovelada de Ezequias a Nuno Assis que passou impune, quer durante, quer posteriormente ao jogo.

Na 2ª a entrada de Quaresma sobre Miguel Veloso, que devia dar expulsão, ou sumaríssimo, nem uma coisa nem outra!

Na 3ª foi um golo antecedido por uma bola 1 metro fora de campo, que apenas os árbitros do encontro não viram.

Assim, vai ser um passeio no campeonato da vergonha!

Tenham um pouco de discernimento na cara e um pouco de coragem para dizer basta à vergonha que se passa nos jogos de alguns e envolvendo os jogadores de alguns!

2 comentários:

Anónimo disse...

chegara o dia em que os corruptos do fcporto sejam CASTIGADOS!!!

Paulo disse...

Bem, este será o meu último comentário. Parece que a imparcialidade não existe já por estas bandas. Um metro fora de campo? Quaresma devia ser expulso contra o Sporting, ao mesmo tempo que se diz que Makukula foi mal expulso para não jogar contra o Porto. Até parece que na última final até agora disputada na época o favorecido foi o Porto.

Ah, e o golo anulado contra o Leiria aos 2 minutos, ou as entradas de Veloso e Abel ou a não expulsão de Derlei (não jogaria a jornada seguinte) não têm nada de estranho. É compreensível falar-se assim, quando só se ganha depois de marcar golos a passe do guarda-redes adversário ou a jogar contra 10.