Vergonhoso!

Eu não fiquei minimamente triste ou desapontado com a decisão da UEFA, o facto de o processo ter voltado à fase inicial nada iliba dos actos que cometeu e nunca desmentiu.

Agora sabe-se que tal decisão de não condenar prontamente o clube azul e branco se deveu ao assessor jurídico da FPF invocar ignorância no caso, como se pode ler aqui:

"...João Leal ter confessado a sua ignorância em relação a matéria de facto sobre a qual ia depor, ou seja, a transição em julgado da anterior decisão da CD da Liga em punir o FC Porto com seis pontos."

Então este senhor vai para a UEFA sem ter estudado a matéria?? Eu quando fazia exames tentava sempre ir minimamente preparado, o que este senhor agora vai levar, e o Benfica não fica quieto, é um valente chumbo!

Bastava olhar para este comunicado para saber! Será que a UEFA não teve acesso ao mesmo:


Os portistas ficaram muito contentes com a decisão, proferindo que quem tinha falado no caso, tinha "cuspido para o ar" e agora lhe tinha caído em cima. Eles preferem manter uma postura de silêncio, refugiando-se não na sua defesa, mas esperar para ver, pois argumentos têm ZERO.

Mas a justiça vai funcionar, ai se vai, e a Liga dos Campeões não será certamente, uma realidade para o FC Porto esta época.

5 comentários:

Paulo disse...

"argumentos têm ZERO"? Desculpa lá, mas em condições normais, este problema nem sequer ia ser um problema. É que convém lembrar que o Futebol Clube do Porto se arrisca a não participar nesta edição da Liga dos Campeões por uma infracção cometida quando os novos regulamentos não se encontravam em vigor. Só esse é um argumento de peso que, como te dirá qualquer jurista, não se aplica noutros casos. Claro que o futebol gosta muito de se reger por leis próprias (a UEFA e a FIFA são uma espécie de Planeta Namek, onde as regras da Terra não se aplicam), como todos sabemos, e nada está ainda decidido, daí a contenção e o silêncio que me parece adequado, ao contrário dos foguetes lançados para o ar por tanta gente aquando da primeira decisão, onde até já se previa uma razia no plantel do FCP porque teria de se ver forçado a vender jogadores para cobrir ao milhões europeus. Sobre isso, deixo apenas uma pergunta no ar: se for o Benfica a ficar de fora (como, aliás, foi o que lhe aconteceu desportivamente), o clube vai à falência? É que, ao contrário de outros plantéis, não vejo nesse jogadores que possam render 20 ou 30 milhões aos seus quadros financeiros...

disse...

O Benfica nunca irá à falência, isso é matemático!

Paulo disse...

LOL! Precisamente por isso, o peso de uma participação na Liga dos Campeões é bastante relativo, ao contrário das análises fatalistas feitas por muito boa gente que gosta de sangue.

sergio gouveia disse...

Nunca coisa tens razão a justiça vai funcionar, ou melhor , já funcionou.

A UEFA revelou hoje que o FC Porto será admitido na próxima edição da Liga dos Campeões, uma vez que o caso não poderá ser analisado pela Comissão de Controlo e Disciplina antes de que a edição de 2008/09 se inicie: "O caso não será analisado pelo Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol antes do início da Liga dos Campeões e, por isso, não será analisado pela Comissão de Controlo e Disciplina da UEFA em tempo útil, no tocante a decisões que tenham a ver com a época de 2008/09”.

A Azia que tens.. a derrota.. mas espero que escrevas mais e mais.. desabafa.. talvez alguem te compreenda.
Mas não te esqueças de uma coisa.. as coisas que disseste devem estar dificeis de engolir.. como tu já disseste, aquilo de cuspirem para o ar e cair nas suas cabeças.. afinal, aconteceu-te a ti.

Cumprimentos e continuação de bons posts.

Saudaçoes Desportivas

Anónimo disse...

o que eu acho fantástico é que depois de provada a corrupção, seja hoje seja há 3 anos, estes senhores achem que ganharam e ficaram por isso inocentes.
Mafiosos de merda.
Ah já agora provada a corrupção o que é que os clubes que não foram às Champions nesses anos de roubalheira podem pedir à Uefa.