Fim-de-Semana

Aqui ficam três imagens que marcam o fim-de-semana desportivo na minha opinião:

A vitória do Bétis de Ricardo sobre o primeiro classificado Real Madrid!


A atitude de Jokanovic ao correr para Cajuda no final do Nacional-Guimarães!


"The last but not the least" a patada de Lisandro a Marcinho, onde o primeiro devia ter recebido ordem de expulsão e então alterar por completo o desfecho que o jogo teve, mas nada a que não estejamos habituados, enfim:

6 comentários:

Paulo disse...

Então e o pé no ar do Bynia no lançamento, o penalty do Luis Filipe e isso tudo? Não marcam o fim-de-semana desportivo? "Nada a que não estajamos habituados, enfim"...

Anónimo disse...

é mais grave um jogador como o Lisandro não ter levado um amarelo sequer e ele fez o que o Djalma fez (só que este não foi expulso)
O Djalma foi expulso porque:
- se envolveu no sururu - primeiro amarelo
- meteu a mão na bola - expulsão

O Lisandro fez o seguinte:
- uma entrada animalesca e ainda se envolveu no sururu - nenhum amarelo
- meteu a mão na bola - nenhum amarelo

Isso é grave... o pobre do Nélson do Estrela que ontem não fez penalti nenhum vai ficar suspenso um jogo injustamente mas o Lisandro que merecia ser punido - vai ficar a salvo...

Quanto ao golo do Bynia - não se queixem portistas - porque já ouvi dizer que o 3º golo do FCP (MARCADO PELO BRUNO MORAES) contra o benfica tb nasce dum lance mal efectuado do jogador do FCP e se esse golo fosse anulado o Benfica era campeão... pois o Benfica que ficou a dois pontos do campeão FCP, conseguia ficar com mais um enquanto que o Porto perdia dois ( e acabaria em terceiro)... depois o Benfica ficava em igualdade pontual com o Sporting e ganhava no confronto directo...

Deixem-me meus senhores, deixar só mais este apontamento:

-Reparem o Katsouranis e o Luisão apanharam um sumaríssimo por causa daquilo que se passou em Setúbal mas as entradas mortíferas do Bruno Alves, o mimo entre o Vuckcevic e o Liedson não são alvo de sumaríssimos... só os jogadores do SLB é que são... eu vou dizer aqui o que já disse anteriormente: o líder já foi beneficiado em 7 pontos neste campeonato (e quase nunca ou até nunca prejudicado) - foi o livre indirecto inventado contra o Sporting, foi o golo com a bola fora do campo contra o Leiria, foi o primeiro golo contra o Leiria e contra o Leixoes (no Dragão) que abriu essas duas vitórias), foi o golo de Postiga com 1 metro de avançado (e agora tb no jogo do Funchal)... e meus caros benfiquistas só nos dois jogos com o Leixoes roubaram-nos 4 pontos ... façam agora as contas... se fossemos tão benefiados como o FCP estariamos mais ou menos com os mesmos pontos deles mas a imprensa venenosa prefere atacar o Benfica e dizer que a diferença é justa... Eu começo a acreditar que nem o Real Madrid era campeão em Portugal... Não sei, não...

Força SLB

Paulo disse...

Atenção, eu pessoalmente nunca disse que o Lisandro não deveria ter sido expulso, mas simplesmente recuso-me a ver futebol com esse tipo de palas. Se há quem tenha queixas dos árbitros são os desgraçados dos clubes pequenos que, contra os grandes, nunca têm o benefício da dúvida. Seja como for, as arbitragens erram, como os jogadores erram. Por exemplo, só quem é tapado também se esquece que, curiosamente, nos dois jogos que o Porto perdeu no campeonato, houveram penaltys a seu favor por marcar e um golo em fora de jogo que foi validado. O Porto perdeu por isso? Não! Perdeu porque não concretizou oportunidades claríssimas para o fazer. Então o ano passado o Benfica era campeão sem o lançamento mal efectuado? Então e não marcou o golo do empate na Luz contra o Porto em fora-de-jogo? Parecem as contas do Sporting, que ainda hoje se queixa do golo com a mão contra o Paços e esquece-se que na jornada anterior, contra o Nacional da Madeira, o Nani marcou um golo precedido de falta e que, sem esses dois golos validados, a verdade é que até teriam menos um ponto do que tiveram no final. Árbitros erram, jogadores erram, e o futebol é um jogo de erros e quem os comete menos ganha os jogos.

E virem dizer que o Real Madrid não era campeão em Portugal é uma beleza. Até parece que as arbitragens por lá são uma coisa impecável e os portugueses é que são maus. A pior arbitragem que vi nos últimos anos foi por parte de um árbitro espanhol no Escócia-Itália de apuramento para o Euro. E que dizer do árbitro (nem sei de onde era) do Werder Bremen-Braga? Como disse um comentador durante esse jogo. Ainda bem que isso não aconteceu com árbitros portugueses, senão era mais uma vez o luto à arbitragem.

Sinceramente, faz-me muita confusão quem vê futebol à espera que o árbitro erre para poder desculpar os erros da própria equipa.

Anónimo disse...

respeito a sua opinião sr Paulo e concordo muitas vezes com o que disse mas a verdade é que a arbitragem aqui é fraca (apesar de haver ainda piores arbitragens noutros países - e deu exemplos correctos) e não sei se é tb corrupta (até nas camadas jovens e nas distritais...)...
Mas quanto ao lançamento do Bynia é legal pelo menos o Record diz que é legal...
Mas sr Paulo, quanto ao ano passado lembre-se tb do Beira Mar-Benfica - em k nos tiraram um golo limpo no inicio ao Nuno Gomes e três foras de jogo limpos (um deles o Miccoli ia-se isolar).. claroq ue depois o árbitro nos descontos deu um penaltie inexistente ao SLB quando este já perdia 2-1.. o benfica fez o 2-2 mas o árbitro só fez isso para disfarçar... pois o árbitro nesse jogo fez os possiveis para o benfica não ficar na frente no marcador nem para ganhar... é verdade que ajudou o SLB a empatar nos descontos só para disfarçar e só para os benfiquistas não se queixarem - o árbitro ao dar o 2-2 no ultimo minuto, sabia muito bem que o Benfica já não iria ganhar...
não sei o que se passou nesse jogo... mas se o árbitro não tivesse invalidado um golo limpo e pelo menos um fora de jogo ridiculo (os outros 2 foram menos evidentes), o Benfica poderia ter logo resolvido a questão...
Mas eu não digo mais nada...

Mas devo aqui dizer que a nossa Liga ou Federação tb não sabe dar o exemplo - as entradas animalescas de jogadores dos 3 grandes (sejam quem for) têm que ser punidos - e não o coitado do Nélson do Estrela que vai ser suspenso por causa de um simulador que não será punido... isso não - é só dar força aos simuladores ... eu acho que para termos um melhor futebol, a federação terá que dar o exemplo e tratar todos por igual... de certeza que o sr Paulo concorda cmg para assim termos um futebol mais justo e competitivo...

Força SLBenfica

Paulo disse...

Concordo inteiramente com o comentário, anónimo, mas isso venho eu a dizer há anos. Porque depois acontecem coisas ridículas como o Bynia ou o Quaresma ganharem fama de duros e acabrem excessivamente castigados quando até nem merecem - Bynia na Champions teve uma entrada horrível, mas há outras que ficam por marcar, ou pelo menos sem merecerem "castigos exemplares", e Quaresma este ano acabou por levar o quinto amarelo no campeonato por... sofrer uma falta, quando o tinha justificado em jogos anteriores (tal como no ano passado foi expulso em Leiria por acertar no adversário de costas para ele, sendo que na primeira volta desse mesmo campeonato, tinha sido agredido pelo mesmo jogar, resultando num maxilar partido).

Não posso concordar com os exemplos do jogo do Beira-Mar, porque não se pode dizer que uns erros são péssimos e outros são para compensar. Erro é erro, e acho que em Portugal só têm este peso porque ninguém é capaz de admitir quando a equipa é beneficiada. Ser árbitro é ingrato, porque quando erram, todos lhes caem em cima, mas ninguém elogia as arbitragens boas. No máximo, dizem que são arbitragens discretas. É como o Sporting-Porto desta temporada. Jesualdo Ferreira veio dizer que jogou muito bem, e que o árbitro deixou passar um penalty e permitiu um golo irregular. E depois? Nos outros 88 minutos os jogadores do Porto erraram vezes sem conta, ao não acertar com a baliza. Esteve bem o árbitro ao referi-lo no final. Não podemos deixar passar uns erros e admitir outros como normais. Há que reconhecer o erro como parte do jogo. Sinceramente, a minha namorada, benfiquista honesta, não gosta mesmo nada do Porto clube, mas diz algo que resume tudo: em Portugal, não há jogadores que corram como os do Porto. Se formos todos sinceros, veremos que no final da época, ganhou quem foi melhor.

Claro que toda a gente sabe que se fosse um jogador do Porto a levar com a bola no braço na Madeira, não levaria segundo amarelo, ou se no jogo da Taça da Liga fosse um do Benfica a apanhar com a bola na cabeça no último minuto, claro que não era penalty. Se há problema na arbitragem, ele passa por os árbitrs não aguentarem a pressão das equipas da casa, especialmente as grandes, que têm sempre adeptos exaltados, e muitos, nos seus estádios.

Quanto ao resto, há casos pontuais, mas chateia-me por ser portista e ver o clube olhado de lado quando se falam das arbitragens. É que toda a gente se lembra, por exemplo, da mão do Ronny, ou do golo anulado ao Benfica nas Antas, há uns anos, para a Supertaça, mas por exemplo ninguém se lembra do célebre Campomaiorense-Porto, ou da defesa do Ricardo um metro para lá da linha ou desse Estrela-Benfica que referi há pouco.

Não nego que seja uma questão complicada, mas sinceramente, acho que tudo se resolve dentro do campo, com os jogadores e árbitros com direito ao erro e a acertar.

Despeço-me por agora, até porque o discurso já vai longo.

Saudações desportivas.

disse...

Fico bastante satisfeito com a troca de ideias na parte dos comentários, e bastante lisonjeado pelas visitas de tão fundamentados e instruídos visitantes (face o pleonasmo).
WB