Agridoce...

O Benfica caíu em Olhão pela mão de uma equipa constituída na sua maioria por elementos ligados, contractualmente ou não, ao FC Porto. Não sei se será um bom ou mau indício para o jogo de Domingo que se adivinha escaldante no Estádio da Luz.

Um jogo marcado pela polémicas, pelas agressões, por uma arbitragem habilidosa e matreira de um árbitro, imagine-se da Associação de Futebol do Porto.

O Benfica sofreu um golo cedo, a partir de um livre inexistente, e que dificultou e muito a tarefa dos comandados de Jorge Jesus, que até hoje não conseguiu inverter um resultado negativo. A expulsão de Djalmir por agressão a Coentrão, e a poupança de Anselmo por agressão a Cardozo mostraram o tipo de jogo que o Olhanense vinha instruída para provocar os jogadores do Benfica!

E fê-lo bem dado que Di Maria cometeu uma estupidez e hipotecou em muito as hipóteses de o Benfica vencer o jogo!

Jesus jogou as cartas todas e acabou com 4 avançados, isto depois de Saviola ter empatado e Toy ter reposto a vantagem ao Olhanense. Apenas nos descontos o Benfica através do seu capitão Nuno Gomes conseguiu chegar à igualdade a 2, mantendo o Benfica na liderança do campeonato.

Na minha opinião, este empata não belisca minimamente as pretensões do Benfica e pode já ser corrigido no Domingo, com uma vitória categórica frente ao FC Porto.

Sem Ramires, Di Maria, Coentrão e Rubén Amorim, e na dúvida por Aimar, o Benfica vai apresentar em princípio Carlos Martins e Felipe Menezes a titular, isto se Aimar recuperar, senão também Urreta ou Schaffer terão a sua oportunidade no onze, que será com muitas alterações mas com todas as condições para bater o FC Porto e alargar a vantagem para 4 pontos.

Força Benfica!

4 comentários:

Jotas disse...

Retenho aqui algumas palavras de hoje de manhã, em conversa de café, com um vizinho adepto confesso do Sporting. "Depois do que vi em Olhão, embora me custe admiti-lo, porque como sabes detesto o Benfica, a verdade é que no futebol português começa a valer de tudo para tingir os fins, não se admiti, nem se pode pactuar com a violência imposta em campo pelo Olhanense, nem com o constante clima de provocação, seja contra clube for, isso só envergonha o nosso futebol e sinceramente, acho que não há equipa que seja capaz de resistir a tamanha quantidade de provocações, embora o Benfica tenha muitas culpas no cartório, quem manda no futebol tem de uma vez por todas colocar um ponto final nisto, sob pena do nosso futebol se afundar de vez na arruaça e na vergonha. Já o meu Sporting, é o que se vê, por mais amigos que sejam os adversários não tem futebol para ganhar seja a quem for".

Fora de jogo disse...

O Benfica vive de algumas individualidades, quando elas não aparecem ou não jogam a equipa ressente-se.

Estamos a seguir o vosso blog, adicionem o nosso também nos vossos blogs a seguir.

Abraços

António Pista disse...

Adicionados aos blogues que estamos a seguir!
Obrigado pela visita!

AZUL DRAGÃO disse...

Meu caro :

Concordo em absoluto com a análise que fazes . Quim é (na minha opinião ) o melhor guarda-redes português .

Helton é o melhor guarda-redes estrangeiro a jogar em Portugal .
Ambos são bons e estão , de facto , ao mesmo nível .

Um abraço