Líderes ex-aequo...

O Benfica venceu por 1-0 o Rio Ave, no sempre difícil Estádio dos Arcos em Vila do Conde.

As equipas de Carlos Brito são por norma, bastante organizadas e causam sempre grandes dificuldades aos adversários. Quando no defeso vi João Tomás e Ricardo Chaves assinarem pelos vila-condenses, disse para os meus amigos que o Rio Ave iria fazer um campeonato tranquilo e que iria estar longe dos lugares de despromoção, até agora não me enganei, se bem que Ricardo Chaves nem tem jogado muito.

No jogo jogado, o Benfica apresentou Carlos Martins a 10, com Ramires e Di Maria a regressarem, e o mais jovem promissor central do futebol encarnado Miguel Vitor a suprir e bem a ausência de David Luiz, de resto tudo normal no onze escalonado por Jorge Jesus.

O Benfica fez uma primeira parte pobre, num jogo dividido a meio campo, num excelente terreno de jogo dadas as condições atmosféricas dos últimos dias em Portugal, um Estádio praticamente cheio, onde o Benfica voltava a "jogar em casa", como vem sendo norma em qualquer deslocação que efectue, excepto Alvalade e Dragão.

Na segunda-parte o Benfica entrou determinado, com mais garra e atitude, e não foi de estranhar que Javier Saviola fizesse mais um golo para a sua conta pessoal, o 8º na Liga, e 16º da época! Após canto de Carlos Martins, desvio de Cardozo ao primeiro poste, e o pequeno argentino a fazer o que de melhor tem feito no Benfica, marcar golos!

Seguiram-se algumas oportunidades para o Benfica, onde os avançados encarnados e o guarda-redes Mora mantiveram o resultado por 1-0 até ao final.

Para a história fica uma vitória seguida do Benfica, que não sofre contestação, e que mantém o FC Porto a 4 pontos e a igualdade pontual com o Braga, na véspera de uma sempre difícil deslocação à Ilha da Madeira, para defrontar a regular equipa de Van der Gaag. A meio da semana, a deslocação a Guimarães para a Taça da Liga, deverá dar tempo aos menos utilizados para se mostrarem ao técnico encarnado.

Em suma, o Benfica continua em bom plano, e uma vitória na Madeira consolida um percurso quase imaculado da equipa de Jorge Jesus nesta edição da Liga Sagres até ao momento.

Rumo ao título? Esperemos que sim!

Força Benfica!

3 comentários:

Dri Viaro disse...

oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar boa semana
bjss

aguardo sua visita :)

Jotas disse...

Julgo que a diferença desta temporada, é que mesmo nos momentos em que a qualidade de jogo não sai tão bem, a entrega da equipa, a solidariedade em campo e a mentalidade competitiva, faz com que o Benfica esteja sempre dentro do jogo e se sinta que a qualquer momento pode haver um golo.

Jotas disse...

Soube em primeira mão, que há uma praga, a maior deste século que está a assolar o país, vê tudo em A Catedral do Desporto