Vender ou não vender?

Quando Luís Filipe Vieira assumiu por várias vezes, que qualquer venda neste defeso, estava dependente do pagamento integral da cláusula de rescisão dos jogadores, com excepção de um, que podia sair por valores inferiores à cláusula de rescisão (penso que Cardozo), colocou-se a si próprio numa situação de risco...

Penso eu que o Benfica deve manter as suas pérolas maiores no plantel de Jorge Jesus, mantendo as ambições intactas de revalidar o título nacional na próxima época, se bem que vendas de Di Maria por 40 milhões, David Luiz por outros 40 milhões, Cardozo por 30/35 milhões ou Fábio Coentrão por 25 milhões de euros, seriam valores irrecusáveis pelo Benfica (onde apenas Di Maria sairia pelos valores da cláusula).

A ser verdade que Di Maria sairá por valores inferiores aos 40 M€ da cláusula, coloca claramente o presidente do Benfica numa situação desconfortável, pelo que a máxima de que "o que hoje é verdade amanhã é mentira" não deve ser premissa de quem defender o SLB diariamente.

Ontem, verificou-se um encaixe financeiro considerável, com a alienação parcial dos passes de Ramires, Kardec e Airton (aqui e aqui), se bem que hipoteca verbas futuras...Não sei se será a melhor solução, a antecipação de receitas, mas creio que Domingos Soares de Oliveira saberá o que faz...



E hoje que Portugal leve de vencida a Coreia do Norte, mas Eusébio meus amigos, só há um...

1 comentários:

JVG disse...

Estou um bocado céptico quanto a estas alienações. Principalmente a de Ramires.
Penso que isto ainda vai dar muito que falar.
Vamos aguardar.
Saudações.

P.S. Já agora, uma vez que me visita com frequência, porque não adicionar o meu blog aos seguidos?
Abraço.