Veredicto!

Bomba...

2 comentários:

Mentiroso disse...

Apesar do relativo sucesso desportivo da pré-época e do estímulo proporcionado pelo resultado do último jogo de preparação, aproxima-se o conturbado período de assédio aos principais jogadores do Benfica. Jesus já tinha previsto esta investida dos principais tubarões europeus e a direcção já veio a público afirmar que mais saídas só pelos valores das cláusulas. A verdade é que nenhum de nós está convencido que será exactamente assim que as coisas se vão desenrolar.

Sem Di María e, ao que tudo indica, sem Ramires (vamos ver se o David Luiz não sai também, desta vez por um valor inferior aos 35 milhões já oferecidos) e sem acautelar a entrada de substitutos à altura, as possibilidades do Benfica renovar o título inevitavelmente cairão a pique.

Sabemos que não podemos impedir estas investidas mas com bons argumentos negociais, que não estão ao alcance de todos, podemos controlá-las de modo a que não façam mais mossa. Recordo o exemplo de outros clubes que nos seus melhores anos desportivos fizeram excelentes negócios, venderam muito e bem, mas reforçaram-se igualmente bem, de modo a não perderem a liderança nacional.

A minha receita para superar esta fase passa pela firmeza negocial. Ninguém, para além de Cardozo, pode sair por um valor inferior ao da cláusula. Doa a quem doer. Se voltarmos a condescender neste princípio regredimos novamente para objectivos que não vão além da luta pelo 3.º lugar.

JVG disse...

Não percebo as falhas sucessivas dele.
Será nervos?
Espero que sejam apenas nervos.
Saudações.