Velhos Tempos ...


Para quem tem muita moral ... ou não ...

9 comentários:

Anónimo disse...

A Golpada dos Manos Sá

O ParqueMilhões não poderia ter aparecido em melhor altura para os manos Sá. O nome do benemérito: Domingos.
O Domingos foi ter com o Ricardo (Ric) e disse-lhe que queria presentear o mano Zé com 200 mil euros. Os olhinhos do Ric brilharam e telefonou logo ao Zézinho:
- Mano, veio ter comigo uma mina de ouro - e po-lo ao corrente do sucedido.
O Golpe foi montado. O Ric e o Zé simularam uma "indignação", e ficou decidido que o Ric iria fazer uma queixa à Direcção dos Crimes Económico-Financeiros da PJ. As autoridades montaram um esquema em concluio com os queixosos, que culminaria com um 4º encontro no bar do hotel Mundial, no Martim moniz, onde o Domingos entregaria a prenda, sendo apanhado pela PJ em flagrante. Por razões desconhecidas para a autoridade, mas óbvias para nós, esta reunião nunca se realizou. Os maninhos tinham calculado tudo ao milímetro: ganharam o ParqueMilhões e o título de heróis. O Zézinho ficou com uma carreira política vitalícia, por ter sido considerado pelo povo um incorruptível e o mano Ric conseguiu que os seus escritórios fossem contratados pelo Domingos para o defenderem. A Rita, que trabalha no escritório do Ric, está agora a defender o Domingos. Os 200 mil irão assim ser multiplicados por 100 ou mais!
"A advogada da Bragaparques partilha o escritório com Ricardo Sá Fernandes. Alega o artigo 91º do Estatuto da Ordem dos Advogados, segundo o qual causídicos de partes contrárias não podem estar no mesmo escritório, para apontar o dedo ao colega. Rita Matias entende ainda que Ricardo Sá Fernandes não poderia encontrar-se com o seu cliente, Domingos Névoa, sem lhe pedir autorização prévia. Apresentou queixa contra o seu colega de escritório no Conselho de Deontologia e no Conselho Superior da Ordem dos Advogados ".
Expresso 27/01/2007
Areia para os olhos
No assalto ao escritório do Ricardo os gatunos só levaram dois monitores de um anexo frequentado por estagiários.

www.riapa.pt.to

Mariazinha disse...

Vim agradecer a sua visita ao meu blog.Ultimamente não tenho tido muito tempo para a blogosfera,mas vou voltando sempre que possa.
Um abraço

Belzebu disse...

O percurso politico da Helena Roseta em Portugal, é semelhante ao da Zita Seabra, mas em sentido inverso!

Cruzaram-se algures no desnorte e na ambição política!

Saudações infernais!

Anónimo disse...

Belos tempos que vivi.
Saudades vai-te embora do meu peito tão cansado.
Óh tempo volta para trás, traz-me tudo o que perdi.
eheheheheheheheheheheheheheheheh
Vai nessa vai nessa.
O FOLHETIM da CML continua.

Túlio Hostílio disse...

Daí aquela frase: "o futuro só a Deus pertence"....e outras similares...

J.G.Sineiro disse...

São épocas e circunstâncias diferentes e só não evolui quem é mesmo burro, o que não será o caso de H. Roseta.
Porém ...a senhora sempre revelou uma certa instabilidade de pensamento e de acção, o que pode ser bom...ou mau! Bom, quando essa instabilidade leva ao crescimento e amadurecimento, mau se apenas acontece por demasiada ambição política.

Ainda não tirei conclusões sobre a actual condição da candidata Helena Roseta.

um abraço.

Odysseus disse...

Esta senhora não era supostamente do PS? Grandes voltas dão estes políticos.

Resgate disse...

A Helena Roseta não é diferente de outros políticos, ou seja, sem ideais. O que importa é o poder, venha ele donde vier, esquerda ou direita.

Parabéns pelo blog e saudações benfiquistas.

disse...

Eu penso que não podemos generalizar o caso da Helena Roseta para a maioria dos políticos, pois Zitas Seabras e Helenas Rosetas felizmente são muito poucas ...